Blog

Máscaras, luvas e álcool em gel geram créditos de PIS e COFINS

Já parou para pensar na quantidade de máscaras de proteção e álcool em gel que passamos a produzir em massa em virtude da pandemia? 🤨

Diante desse cenário, a Receita Federal através da Solução Consulta nª 164 de 2021, publicada em 01/10/2021, permitiu o direito de crédito de PIS e COFINS às empresas do regime não-cumulativo, ou seja, companhias do regime tributário do lucro real. 🤩

Isso porque tanto as máscaras de proteção (EPIs) como álcool em gel foram reconhecidos como insumos e, portanto, há a possibilidade de creditamento de PIS e COFINS com os gastos das empresas com EPIs, os quais foram fornecidos em razão da pandemia de Covid-19. 💸

É importante mencionar que o direito ao crédito é somente autorizado para os colaboradores da ÁREA PRODUTIVA da empresa, ou seja, os gastos de máscaras de proteção e álcool em gel para os funcionários da ÁREA ADMINISTRATIVA não geram o direito ao crédito. ⚠️

Sua empresa está por dentro das novidades tributárias? Conte com a BSJ Advocacia Sempre! 🎯

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

© 2022 BSJ Advocacia - Todos os Direitos Reservados.